8 sinais de que a III Guerra Mundial está mais perto do que você imagina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

8 sinais de que a III Guerra Mundial está mais perto do que você imagina

Mensagem por Admin em Qui Abr 06, 2017 10:59 am



´
Albert Einstein uma vez disse: “Não sei como será a III Guerra Mundial, mas posso te dizer como será a quarta: com paus e pedras”. Tal afirmação, vinda de pessoa tão influente, nos faz parar para pensar em muita coisa. Um conflito de proporções globais na era moderna seria um verdadeiro show de luzes, e há um pedaço anarquista em cada um de nós que gostaria de ver isto acontecer. Claro, só uma parte. No fundo, a maior parte de nós prefere que o assunto continue a ser só um tema hipotético e distante.
Mas as forças mais poderosas do mundo não representam a maioria de nós. Toda semana acontece algo pequeno, porém preocupante, no mundo político. É incrível que ainda não tenha havido uma reação em cadeia. Foi assim que a Primeira Guerra Mundial começou – sutilmente, com uma culminação de eventos que saiu do controle. Por isso, é justo que comecemos a nos preocupar com alguns pequenos sinais, como os cinco que você confere aqui.
8 – A presença russa na Síria

No momento da escrita deste artigo, os céus sírios estão lotados com caças russos. Estima-se que a Rússia realizou pelo menos 55 ataques aéreos sobre campos do Estado Islâmico. A organização é considerada uma manifestação de pura maldade em quase todo o globo, então você pode se questionar porque um ataque russo contra eles seria ruim. Bom, uma das várias questões aqui é o fato de que a Rússia não é a única presença militar na Síria – uma facção do exército dos Estados Unidos também está lá, com sua própria agenda.
As diferenças entre as agendas militares russas e norte-americanas na Síria são muito extensas para serem especificadas aqui, mas o que realmente importa é que o espaço aéreo sírio está lotado, de forma que existe um risco constante de um acidente aéreo entre ambos os países. Isso, inclusive, quase aconteceu – um caça americano F-16 passou a menos de 30 quilômetros de uma frota de aviões russos. Nas velocidades que estavam, as aeronaves poderiam se chocar em 30 segundos. Um acidente desta magnitude poderia levar a um mal-entendido de intenções que, por sua vez, poderia evoluir para um grande conflito entre as duas superpotências e seus aliados globais. As consequências poderiam ser fatais para uma boa parte da população.
7 – Escassez de água

O ciclo da água em nosso planeta é um sistema fechado, o que significa que tivemos sempre a mesma quantidade de água; um sistema que pode sustentar todas as espécies do planeta por bilhões de anos, a menos que contaminem a água – é, acho que é o que estamos fazendo.
É fácil entender porque temos um problema bem sério com água: a população está crescendo rapidamente, colocando mais pressão sobre nosso abastecimento hídrico (aumento na demanda), ao passo que a quantidade disponível está sendo reduzida pela contaminação e poluição (diminuição da oferta). Já existem várias regiões altamente povoadas com abastecimento de água relativamente escasso, como a Ásia Central, o Oriente Médio e o norte da África. A escassez ainda não atingiu o mundo ocidental de forma significativa, mas se a situação não mudar, a quantidade de água disponível vai diminuir drasticamente, e os governos de todo o mundo vão fazer o que for preciso para obter água para seus país.
6 – Terrorismo no Oriente Médio

Desde o onze de setembro, os Estados Unidos colocaram seus olhos (e muitos milhares de pares de botas militares) nos países do Oriente Médio. Com a grande quantidade de ameaças de diversas organizações terroristas que cruzam o oceano regularmente, parece que um ataque pode acontecer a qualquer momento. Os ataques da Rússia sobre o Estado Islâmico tem desmoralizado o grupo, deixando-o perto da derrota. Se isso realmente acontecer, ainda há a possibilidade de outro grupo terrorista tomar o lugar do Estado Islâmico para responder ao ataque russo.
5 – Crise europeia

A crise de débito europeia tem sido uma realidade assustadora em todo o continente desde 2009. As taxas de desemprego na Grécia e na Espanha atingiram um índice de 27% em 2013. No mesmo ano, Daniel Knowles, do Telegraph, escreveu: “As tensões entre os países europeus são emergentes”. Além do risco de conflito entre os países que lutam economicamente, há ainda uma ameaça assustadora. Se tais taxas de desemprego não forem devidamente reprimidas, o único meio de se manter será por meio de saques, desmoronando a estrutura social de cidades inteiras.
4 – Desastres ambientais

Se você voou sobre o estado da Califórnia há dez anos, e embarcar no mesmo voo amanhã, certamente verá duas paisagens muito diferentes. Uma seca de 3 anos secou uma quantidade impressionante do abastecimento de água potável do estado, que é um dos mais populosos dos Estados Unidos. Se a seca persistir, a produção de alimentos será prejudicada, transformando os cidadãos da Califórnia em refugiados climáticos. Claro, a população não vai simplesmente evaporar junto com os últimos vestígios de água – eles vão precisar de um lugar adequado para ficar e, se outro país não deixar, eles não vão ter escolha a não ser entrar a força.
3 – Coreia do Norte

A Coréia do Norte é uma incógnita. Além dos três testes nucleares que eles já realizaram desde 2006, o país afirma estar desenvolvendo um míssil capaz de cruzar o oceano e atacar os Estados Unidos. Alguns acreditam que a Coréia do Norte só faz ameaças na esperança de se manter temida para o resto do mundo, mas isso tudo é especulação. O país é um curinga, e o pior tipo de coringa – um com armas nucleares.
2 – Protestos em massa

A Primavera Árabe de 2011 provou ao mundo que movimentos coletivos podem produzir resultados reais e surpreendentes. Desde então, protestos semelhantes surgiram praticamente em todos os lugares, da China aos Estados Unidos – e massivamente no Brasil. Parece que as massas do mundo finalmente aprenderam como são separadas de seus governos. E, claro, eles não estão gostando nada disto. Independente do país, seus líderes vão sempre apelar para as forças armadas se as manifestações pegarem impulso o suficiente para ameaçar a estabilidade política. Se uma revolução atingir escalas globais, o resultado poderia ser catastrófico.
1 – China e Estados Unidos

Tucídides, um historiador antigo, fez uma observação há mais de 2000 anos atrás que poderia facilmente ser relacionada com a complicada relação entre ambos os países modernos. “Foi a ascensão de Atenas, e o medo que isto inspirou em Esparta, que fizeram a guerra inevitável”, disse ele. Muito a grosso modo, a China seria a Atenas moderna, uma nação que cresceu tanto a ponto de ameaçar os Estados Unidos como superpotência global. Se a tensão entre estes dois titãs alcançar uma massa crítica, o conflito que se seguirá provavelmente abrangerá todo o globo.



Fonte: http://www.fatosdesconhecidos.com.br/8-sinais-de-que-a-iii-guerra-mundial-esta-mais-perto-do-que-voce-imagina/

Admin
Admin

Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/04/2017

Ver perfil do usuário http://gmmasks.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum